Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Antissocial

Depois de alguns segundos ele saiu do carro. Jamais pensou que veria aquelas pessoas novamente. Logo na portaria do salão de festas que correspondia ao convite. Suava como nunca apertado em um terno que odiava usar, e um sapato cor-de-burro-quando-foge, que só havia usado na formatura, 10 anos atrás. Era dezembro e o calor, que odiava mortalmente ainda mais depois que fora morar na França, parecia milhares de vezes maior do que se lembrava. Assim que acabou de adentrar à festa, decidiu ficar na penumbra por alguns momentos para analisar sua antiga turma.
Imaginou tudo o que poderia ter acontecido com seus antigos colegas. Sua visão era perfeita. As meninas que gostavam de aparecer continuavam a tentar ser o centro das atenções. Aquelas que se achavam superiores, as metidas a besta, se isolavam e se contorciam em gargalhadas esteriotipadas. Os rapazes, aqueles playboizinhos ainda conservavam sua imbecilidade, atestada pelo modo como dançavam. Aqueles que eram mais próximos, e que de c…